obras de

Sérgio Cabral

Sérgio de Oliveira Cabral Santos nasceu no Rio de Janeiro em 1937. Jornalista, compositor, escritor e político, inicia sua carreira em 1957, como repórter policial do Diário da Noite. Em 1969, já como editor político do Última Hora, juntou-se a Jaguar e Tarso de Castro para a criação d’O Pasquim. Durante a Ditadura, foi temporariamente preso por seu ativismo neste jornal. Produtor musical entre 1973 e 1981. Como compositor, foi parceiro de Rildo Hora, escrevendo as letras de “Janelas Azuis”, “Visgo de Jaca”, “Velha-Guarda da Portela” e “Os Meninos da Mangueira”, entre outras. Foi vereador da cidade do Rio por três legislaturas, entre 1983 e 1993. Indicado para ser conselheiro do Tribunal de Contas do Município, ocupou o cargo até 2007, quando se aposentou compulsoriamente. Publicou várias obras entre elas, “As Escolas de Samba – O Que, Quem, Onde, Como, Quando e Porque”, “Pixinguinha, Vida e Obra”, “ABC do Sérgio Cabral”, “Tom Jobim” e “No Tempo de Almirante”. Pela Lazuli, publicou as obras “Ary Barroso”, “Ataulfo Alves”, “Nara Leão” “Tom Jobim”, ”Ary Barroso”, “Elisete Cardoso”, “Quanto Mais Cinema Melhor”, ”Escolas de Samba do Rio de Janeiro” e “A MPB na Era do Rádio”.

Entrega no Brasil

Entregamos em todo o território nacional.

Compra Fácil

Pagamento seguro com PagSeguro.

Compromisso

Política e privacidade no processo de compra.

Suporte Online

Atendimento por WhatsApp e E-mail.

0
    0
    Seu Carrinho
    Seu Carrinho Está VazioVolta à Loja